Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




...

por I myself, em 15.03.12

        O Tiago ontem fez-me chorar. Não me contive. Ele não viu pois consegui sair antes da lágrima cair...

 

        Entrei no quarto para o beijinho da noite (eu sei que ele já tem 14 anos mas há hábitos que não se perdem) e dei com ele a olhar para o vazio! Livro de inglês aberto e um expressão de tristeza nos olhos.

 

        Não é fácil o 9º ano. Não é fácil estudar e pela primeira vez sinto-o a ir-se a baixo. Ele estuda, agora vejo que sim. As notas têm subido mas ontem trouxe 48% a ciências e ele foi-se abaixo.

 

        Abracei-o e não me contive. Saí disparada para o meu quarto e explodi.... Sinto-me sem forças. Quero ajudá-lo e não sei como. O tempo não estica, eles são três e eu não sei o que faça.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 14:50


7 comentários

Imagem de perfil

De lady magenta a 15.03.2012 às 15:09

Por vezes o melhor é mesmo chorar ao pé deles, para que na sua "solidão", também eles se sintam acompanhados e não tão sós...
Força...Há-de passar.
; )
Imagem de perfil

De lady magenta a 16.03.2012 às 10:21


Um dia bom para si...Sei o que custa, tenho dois "homens" cá em casa e, por vezes também sofro do síndrome da mãe solitária...Força ; )
Imagem de perfil

De I myself a 16.03.2012 às 12:44

É bom sentir que nos entendem! Um beijinho
Imagem de perfil

De marta-omeucanto a 16.03.2012 às 18:12

Queremos sempre o melhor para os filhos, e isso inclui que eles tenham boas notas e se sintam satisfeitos. Pior que um filho que não quer saber dos estudos, é ter um que se esforça, que estuda e, ainda assim, não consegue o resultado que tanto desejava. E quando eles começam a ter dificuldades, ficam desmotivados. No nosso tempo já não era fácil. Agora, pelo que vejo pela minha filha, acho ainda mais complicado - muita matéria dada em pouco tempo, mais confusa...A única forma de o ajudares, é estar presente, é fazê-lo sentir que não está sozinho, que pode desabafar com a mãe e explicar-lhe as dificuldades que sente, é motivá-lo e dar-lhe força, encorajando-o para que talvez, da próxima vez, as notas voltem a subir, e se for preciso, recorrer a ajuda extra de apoio ao estudo.
Beijinhos e força!
Imagem de perfil

De I myself a 16.03.2012 às 20:36

Obrigada Marta! Hoje começou com explicação e já o sinto mais animado! Com calma isto vai! Um beijinho e bom fim de semana!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D


Links

Blogs que gosto de espreitar: